• GLOBAL REAL ESTATE AGENTS

  • voltar

    Consumo de serviços por famílias mantém alta em abril

    Nem a inflação impediu o ganho real dos serviços prestados às famílias no mês de abril. A receita bruta nominal do segmento cresceu 10,4% em abril ante o mesmo mês de 2013, bem acima do aumento de 6,2% do total do setor de serviços para o período.

    Nem a inflação impediu o ganho real dos serviços prestados às famílias no mês de abril. A receita bruta nominal do segmento cresceu 10,4% em abril ante o mesmo mês de 2013, bem acima do aumento de 6,2% do total do setor de serviços para o período. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    "Os serviços prestados às famílias praticamente se mantiveram na mesma taxa de março (10,0%), ainda estão num patamar considerável, bastante expressivo, satisfatório", avaliou Roberto Saldanha, técnico da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE. "Mesmo que você tenha aí o efeito preço, a alimentação fora de casa afetada pelo fator inflação, nenhuma inflação vai chegar perto disso, então você tem crescimento real", acrescentou.

    Em abril, a modalidade de serviços de alojamento e alimentação cresceu 10,8% em relação a abril do ano passado, enquanto a de outros serviços prestados às famílias subiu 8%. "A massa salarial das famílias continua crescendo, só está crescendo num ritmo menor. As famílias vêm mantendo um padrão de consumo desses serviços ainda num patamar elevado, em termos de atividades turísticas, em termos de alimentação fora de casa", apontou Saldanha.

    Outro setor que teve crescimento expressivo no mês foi o de outros serviços, com alta de 9,8%. O segmento inclui atividades imobiliárias, serviços de manutenção e reparação, serviços auxiliares e financeiros, serviços ambientais (de limpeza, água e esgoto, etc). Em ano de Copa do Mundo e eleições, pode ser que a atividade registre aumento na receita por causa da demanda governamental.

    17/6/2014